Poesia infantil
Poesia infantil

 

Por Padmini

 

“Poema

É brincadeira de palavras

Que gostam

De se divertir”

 

Esse poema, do livro NA CASA AMARELA DO VOVÔ, JOANINJA COME JUJUBAS, resume um pouco da proposta poética da obra de Jaqueline Conte, publicada pela Mercado Livros.
O gênero poético tem muitos aspectos e a escolha dessa obra (e de muitas outras para crianças) é ressaltar o lado lúdico da poesia.
Na poesia, palavras brincam com sua forma, sonoridade, rimas. E esse jogo costuma ser bem atrativo e divertido para as crianças. O efeito de inesperado e de insólito causado pela poesia aciona a curiosidade, pois a poesia lúdica nos surpreende e nos encanta, nos dá novos olhares e sorrisos para os detalhes da vida.
Poemas para criar!
Poemas para criar!
Tudo isso sentimos ao ler o talentoso livro que escolhemos como indicação da semana.
Também intitulado de POEMAS PARA CRIAR, o livro é incrível para a criança começar (ou continuar) a brincar de poesia.
A obra nos encantou de uma forma muito especial. Os textos são bem redondos e acabados, com sonoridade gostosa. Os temas são engraçados e cotidianos, revelando o universo peculiar e imaginativo da criança.
E, além dessa qualidade textual, a proposta foi fazer um livro aberto, com espaço para os leitores também se tornarem criadores.
Assim, ao lado de cada poema, há uma página em branco, para o leitor fazer sua própria ilustração. O espaço para indicar NOME e IDADE do ilustrador em cada um dessas páginas nos mostra que o livro pode ser colorido por várias pessoas, e que crianças de todas as idades (inclusive as adultas) podem se aventurar, se quiserem.
Costumamos defender que não se deve cobrar a total compreensão cognitiva do poema pela criança (nós mesmos adultos, muitas vezes não compreendemos algumas poesias, e isso é próprio do gênero). Apenas a sonoridade pode ser suficiente para a criança sair do lugar comum da linguagem, e ver a língua que aprende no cotidiano em um espaço mais livre e inusitado.
Qualidade poética
Qualidade poética
No entanto, esse risco é pequeno aqui, porque os poemas de Jaqueline Conte têm como marca o fato de serem bem palatáveis quanto ao sentido – sem, contudo, perder a criatividade e a complexidade, o que é uma enorme qualidade!
Simplicidade com experimentação – podemos assim definir!
Enfim, corre lá para dar uma conferida, que vale à pena.
Sua criança vai brincar com as palavras, se surpreender com o olhar poético sobre a vida, e ainda ter 28 folhar para colorir suas leituras. Não é demais?
A autora dá ainda seu e-mail no final do livro, para a criança que quiser compartilhar com ela suas criações.
Boa, divertida e criativa leitura!

Divertir-se lendo poesia? Já pensou nisso?
Divertir-se lendo poesia? Já pensou nisso?

PARA COMPRAR, CLIQUE AQUI

QUER RECEBER NOSSAS DICAS DE LEITURA? DEIXE SEU EMAIL:

Faça parte da nossa família!

Livro para brincar de poesia e arte!
Classificado como: